Por Daniela Wey

No Centro Educacional Brandão (http://www.ceb.g12.br/CEB-2007/index.asp) crianças a partir de 4 anos de idade não podiam cochilar.  A equipe pedagógica nos procurou para saber as possíveis consequências da impossibilidade de cochilar no comportamento das crianças.  A partir desse contato, os integrantes do Grupo Multidisciplinar de Desenvolvimento e Ritmos Biológicos propuseram duas atividades:

1º) Uma oficina sobre o sono de crianças para professores e equipe pedagógica

2º) Uma intervenção na rotina escolar

Acompanhamos 46 crianças entre 4 e 6 anos nos dias letivos e finais de semana durante 14 dias consecutivos. Seus pais registraram os horários de sono em diários e nós, pesquisadores, observamos se as crianças na sala de aula estavam sonolentas. Nos dias de observação as crianças chegavam à escola por volta das 8 horas, participavam de atividades recreativas até o meio dia, o intervalo de almoço durava até 13 h e 30 min, e depois as crianças tinham atividades em sala de aula que terminavam as 18 h. A intervenção ocorreu em seguida ao propormos um momento de cochilo de 45 min após o almoço. Durante o horário do cochilo as crianças poderiam escolher entre ir para uma sala com colchão e travesseiro ou ir para outra sala onde realizariam atividades “calmas” como desenhar e pintar. Nesta segunda etapa as crianças também foram observadas durante 14 dias consecutivos. Após a introdução do cochilo houve redução na duração de sono noturno das crianças devido a um atraso no horário de deitar; crianças que cochilavam atrasaram mais a hora de dormir do que as que não cochilavam. Para as professoras o cochilo melhorou a atenção e desempenho das crianças nas atividades pedagógicas. Houve redução da sonolência na sala de aula e dos cochilos no final do dia quando as crianças encontravam seus pais. Das crianças com quatro anos 62% cochilavam e com seis anos isso ocorreu em apenas 13% das crianças. A partir desse ano de 1999 a escola adotou o horário de cochilo após o almoço para crianças entre quatro e seis anos de idade.